Alô, Brasil, estamos prontos pra mais um diário de viagem? Pois eu estou. Ok, ok, eu sei que quem acompanha o blog semana após semana talvez tenha mais interesse em saber de c e r t a s coisas que foram citadas em posts passados, mas feliz ou infelizmente eu que mando, então é diário de viagem que tem hoje mesmo. Me perdoem.

Pra quem não sabe como funcionam os meus diários: São diários físicos que vou escrevendo durante as viagens, depois eu chego em casa, edito e posto no blog. Então aqui estamos.

Destino: Rio das Ostras!



1) DEUS AGIU, e finalmente consegui quebrar o ciclo e fugir da igreja. Todos os meus carnavais foram passados em retiros e, gente, não dava mais. Não gosto de farra, de bloco, de samba nem nada, mas não fazia ideia do que pessoas que não frequentam igrejas nem blocos fazem. Ficam em casa trancadas? Mas tô muito orgulhoso do meu networking que me fez ficar amigo de menina Isabelle e, PLAH, aqui estou indo para RIO DAS OSTRAS passar o Carnaval inteiro na casa das tias da Bells, vivendo de sol, ventinho gostoso e praia.

2) Até a instituição trio que eu tanto prezo se fez presente, pois Taiany veio junto e ficou tudo perfeito.

Bells e vó da Bells na frente, Taiany e eu atrás

3) SOCORRO que me tornei aquilo que sempre odiei: gente que não cala a boca dentro da condução. Eu literalmente fiquei 3 horas tagarelando no banco de trás com Taiany e aposto que estava sendo alvo de ódio dos demais. Mas conversar é tão bom!

4) Inclusive, fui vítima do PODER DO ÓDIO quando a mochila de Taiany caiu do bagageiro NA MINHA CABEÇA. Sério, gente! Simplesmente CAIU. Nenhum passageiro demonstrou o mínimo de preocupação e compaixão (nem Bells, todos riram). Me vinguei de todos e não me calei até o final da viagem, pois sou ruim agora.

5) Várias pessoas seminuas no centro de Rio das Ostras, recomendo.

6) As tias da Bells são todas crentes. RISOS de nervoso. Eu estava meio ressabiado com isso, pois aparentemente desenvolvi trauma do universo cristão. Até tenho amigos que são, mas evito entrar em discussões. Outra coisa é que as tias tem nomes super fofinhos, vamos aqui chamar de Florzinha e Lindinha, então eu tava esperando chegar numa casa decorada que nem o escritório da Dolores Umbridge.



7) Tem uns 10 seres humanos na casa e, além das tias, há uma criança hiperativa, um gato possuído pelo capeta que rouba a atenção de todos e uns parentes avulsos que acho que só aparecem pra comer. Não julgo, pois estou fazendo o mesmo. As tias são ótimas.

8) Confesso que acho praias lugares superestimadíssimos, então não sei bem como vou me comportar aqui, onde TUDO é praia. De dia, de tarde, de noite, praia perto, praia longe, a gente tropeça e cai numa praia. Ainda tenho umas memórias meio desagradáveis de quando uma praia tentou me assassinar e de quando minha bunda foi exposta.

9) Praia do Bosque! Gente, que água gelada, puta merda. Infelizmente, minhas acompanhantes são ratas de praia e acharam a água "gostosinha" e, no máximo, "um pouco fria". Desisti meia hora depois e fiquei na areia. Iam me deixar cuidando das bolsas, mas logo perceberam que sou desses que deitam na canga, dormem e deixam o ladrão levar tudo.

Eu dormindo na Praia do Bosque, cenas reais

10) Eu tinha esquecido da dinâmica nas casas de gente crente. Homens e mulheres não se misturam nos quartos. Às vezes, nem os casados. Só que, né, estou socado numa casa com 200 mulheres, então as bonitas ficaram com todos os ventiladores e com o quarto do ar-condicionado. QUE MUNDO MISÂNDRICO. Me restou dormir sozinho na sala com os mosquitos e, óbvio, o gato encapetado.

11) SOCORRO, esse gato. Já convivi com alguns gatos hostis, mas esse supera todos. O bicho é super alucinado, não pode ver NADA se movendo que PULA pra atacar com garras e dentes. A criatura ainda tem um brilho natural que seduz todas as pessoas, mas não me engana. Tipo, gente, o bicho mordeu o peito da Taiany! E rasgou o braço da vó da Bells com a unha!!! Todo mundo: Nossa, que fofinho.

12) Perguntamos pra tia Florzinha de onde veio o nome do gato. É árabe. O nome do diacho do bicho significa "Abençoado". Gritei.

A-ham. Abençoadíssimo.

13) Apenas meu pé foi atacado à noite, mas passo bem. Não posso dizer o mesmo do gato. Brincadeira. Infelizmente, nós dois saímos vivos daquela primeira noite.

14) Acho que foi eu emanando bad vibes na sala que fez o ar-condicionado pifar e começar a pingar em cima da cama alheia Hahahahahah No dia seguinte, além de calor, tava todo mundo reclamando de ronco e peido, então acho que sofrer ataques do gato de madrugada não foi tão ruim assim.

15) Praia da Baleia! Outra banheira de gelo. Eu literalmente fiquei tremendo e com os lábios roxos, mas adorei as fotos. Eu tô acostumado com as praias da Costa Verde, que são meio que selvagens e um pouco mais vazias. Rio das Ostras no Carnaval é um FERVO, porém, o plano de 5 praias em 5 dias estava de pé.

Hangloose em homenagem à Carol, sempre em nossos corações
Parece que a Carol morreu, né. Ele está viva

16) Já contei no Twitter, mas quero deixar registrado em todos os lugares possíveis que esse causo aconteceu. O fato das tias serem crentes realmente não afetou em nada as good vibes da viagem, não teve mesmo nenhum problema, apenas um leve constrangimento quando eu lembrei que tinha levado na mala um livro chamado PRAZERES MALDITOS. Isso mesmo: PRAZERES MALDITOS. Gente, eu tenho esse livro há tanto tempo e NÃO SEI POR QUE escolhi ele pra levar. Não foi a melhor das minhas decisões. Daí eu sou do tipo que deixa a mala arreganhada e as coisas jogadas por aí, então calhava do meu livro sempre estar à mostra. Às vezes ele sumia, aí aparecia do nada misteriosamente. Pois teve um dia que Tia Lindinha entrou no banheiro, e Bells veio correndo contar "GENTE, TIA LINDINHA LEVOU O PRAZERES PRO BANHEIRO". Eu GELEI. E gargalhei e infartei. Foi, tipo, TÃO SURREAL.

ESSA MULÉ VAI QUEIMAR MEU LIVRO? VAI RASGAR? DAR DESCARGA NELE?

OU PEGOU PRA LER? KKKKK

Gente, sério, Prazeres Malditos. Eu tinha lido umas 10 páginas só, nem sabia direito do que se tratava, não leio sinopse. Sabe Deus o que tava escrito ali dentro. E a tia crente lendo.

Daí, SUSPENSE, Tia Lindinha sai do banheiro e conta pra Bells "Ah rsrsr Achei que fosse minha Bíblia rsrsrsr Peguei pra meditar rsrsrsr"

Pensa numa meditação gostosa

A Bíblia da mulher tem o dobro do tamanho e é rosa. ME ENGANA QUE EU GOSTO, LINDONA. Pior que depois achei o livro chato pra caramba e abandonei, podia ter deixado lá em Rio das Ostras.

***

Socorro que já tá muito grande e vou deixar para finalizar em outro post. Eu juro que continua.



OUTROS TEXTOS E LINKS