Eu decidi que este será um ano de escrever. Eu quero escrever muito, mas muito mesmo, quero escrever tudo o que tiver vontade, quero escrever PRA CARAMBA, quero que as pessoas olhem e falem "Nossa, esse é um cara que escreve, olha ali ele escrevendo". Eu tenho metas e tudo, coisa que nunca tive para escrita, além de uma única participação flopada no NanoWrimo. As pessoas vão dizer UAU QUE ESCRITOR? Não sei, isso aí já não é problema meu. Mas que eu vou escrever eu vou.

Além disso, ando colhendo feedback positivo e alguns pequenos frutos das histórias que eu já escrevi, e isso só diz que eu tenho que continuar mesmo e escrever histórias cada vez melhores.


Meu plano de dominação mundial de colocar Não Somos Um no Top 10 do Wattpad falhou, a posição mais alta que a história conseguiu foi o 28º lugar no ranking de Ficção Geral. Mas nem fiquei triste. Na verdade, 28º lugar foi EXCELENTE! Gênios chegou em 68º no mesmo ranking. Eu subi QUARENTA posições! Ou seja, fiquei mais popular. O lance é continuar escrevendo para ter uma base de leitores no Wattpad cada vez mais forte. Acho que NS1 cumpriu bem seu papel, sim.

Tanto que, agora, quem tiver interesse já pode comprar o e-book do meu primeiro livro na Amazon! Sim, já está lá! São 332 páginas, é um livro mesmo, não apenas um conto. Se você caiu de paraquedas aqui no blog agora, pode conferir mais sobre NS1 aqui.

Infelizmente, não consegui fazer o conteúdo extra que eu planejava para colocar no e-book. Planejava criar mini-contos inéditos, mas, quando sentei para escrever, a coisa simplesmente não fluiu. Acho que não consigo escrever sob pressão. Não consigo forçar uma história que não me atropela. Então ficou isso aí mesmo. O e-book de NS1 possui o mesmo conteúdo que está disponível no Wattpad.

***

Agora eu estou trabalhando no segundo conto da Série Não Sei Lidar (baseada nas cafonices que já escrevi aqui no blog), um conto para fazer par com Gênios. Se passa no mesmo universo, mas com outros protagonistas. Já sei até o nome que vai ter, mas falo mais disso depois que tiver terminado.  


***

Gente, e o conto de Natal? Não estava dando muita coisa por ele, mas fez TODA DIFERENÇA na minha vida. Quem me acompanha no Twitter e no Facebook sabe que eu escrevi esse conto para participar de um concurso no Wattpad. Enquanto os jurados ainda estavam avaliando, eu ganhei UM MONTE de novos seguidores. Pessoas chegaram até meu perfil para ler o conto de Natal, gostaram, pularam para as outras histórias, comentaram, curtiram e tenho certeza absoluta que grande parte do sucesso que NS1 teve foi por causa dessas pessoas que nem me conheciam.

E acabou que EU VENCI O CONCURSO! E ganhou o quê, Felipe? Dinheiro, publicação, uma medalha? Bom... nada. Risos. Era um concurso de escritores para escritores, para divulgação e interação no Wattpad. Ganhe visibilidade e fiquei satisfeito. Era mesmo o que eu estava precisando.

Uma vizinha minha leu Aquilo Não Estava Certo e veio falar comigo. "Felipe, li seu conto e fiquei meio intrigada com certas coisas que vi lá. Gostaria de saber a sua opinião de autor mesmo, não a dos personagens... se é aquilo que você pensa de verdade...". O conto de Natal causando. Fica aí o suspense para quem não leu sobre o que deixou minha vizinha tão intrigada

***

Eu postei o vídeo do Narin finalmente no Youtube, e vocês ficaram tudo FAZ MAIS! FAZ MAIS! Não vou mentir dizendo que não gostei, vocês sabem que amo elogios e eles total fazem minha cabeça, acredito em tudo. TALVEZ eu faça mais vídeos...

Eu só fico meio assim porque, bom, o que eu quero ser mesmo é escritor. O meu lance é esse, escrever, mexer com as palavras, fazer as pessoas rirem e refletirem com histórias reais ou não. Meu negócio é este blog atualizado toda semana, meu perfil no Wattpad e meus e-books nas lojas digitais. Então, fazer vídeos é um pouco fora da caixinha pra mim. Mas daí fico pensando... Os youtubers estão todos lançando livros, né? Além daquelas biografias esquisitas, até tem uns publicando crônicas, como a Jout Jout, e romances de verdade como a Pam Gonçalves, o Bruno Miranda... Usaram o canal como plataforma para se tornarem escritores publicados.

Já vi a Pam dizendo mais de uma vez que abandonou o blog dela e foi para o Youtube porque "eu tenho que ir onde meu público está", e faz sentido, né? Eu nem sei se meu público está lá no Youtube, para dizer a verdade. Só sei que é bem doido eu ter que parar de escrever para ganhar fama e poder ESCREVER Hahahah Estou pensando no caso.

Vamos acompanhar e ver onde a coisa toda vai dar.