Não sei se já deixei transparecer alguma vez que gosto muito de Survivor, TALVEZ NÃO, então vou contar pra vocês sobre Hannah Shapiro.

O texto a seguir contém spoilers de Survivor Millennials Vs Gen X!

Toda semana eu vou no último episódio da temporada 33, assisto 30 segundos, morro de rir e restauro a fé em mim mesmo. A Hannah com 24 anos caiu na tribo dos Millennials (coitada), aquela tribo cheia de gente descolada, gente bonita, gente cool, xóvens e tal, aquela galera que cria seu próprio lugar no mundo, sonhadora etc etc. Daí a gente olha pra Hannah:


Até ela brincava que o jogo era Pretty People Vs Weirdos. Hannah ficou cheia de tremeliques na primeira vez que foi para o Conselho Tribal, quando a aliada dela foi eliminada de surpresa. Teve uma prova que ela NEM ESTAVA PARTICIPANDO, mas, só de olhar, teve um ataque de pânico, ficou toda asfixiada e chamaram os médicos correndo pra salvar a menina. Ela tinha todo um histórico de ansiedade e dava pra enxergar claramente que Hannah era uma coisinha frágil se comparada com os demais. Não era fisicamente forte, não era boa no social, aquelas que a gente já espera indo embora mais cedo ou mais tarde.

Só que, gente, alguma coisa aconteceu ali no meio que Hannah virou UMA FORÇA DA NATUREZA e simplesmente tomou as rédeas da coisa toda. Era amiga de todo mundo? Não era, mas fez aliança com quem deu, arquitetou planos, convenceu muita gente a fazer o que ela queria (inclusive, ser eliminada no lugar dela!!!), FLERTOU BONITO e ainda chegou até a final toda confiante.

Até coloquei no Youtube com legendas o trecho da Reunion que me faz a pessoa mais feliz da face da Terra, porque, caramba, QUE MOMENTO. Nem de longe parece a mesma pessoa.

TODO MUNDO RINDO HAHAHAHAHAH A CARA DELA HAHAHAH A DESCOLADEZ FALANDO O QUE SENTE NA CARA DAS PESSOAS. ATÉ O JEFF RIU.

Eu sempre brinco que uma forma de encarar os próprios medos é vestir um personagem e agir como se fosse outra pessoa. Fico agoniado conhecendo gente nova, meu instinto me diz pra me esconder e ficar quietinho, mas o que eu faço? Finjo que sou super descolado e converso até não poder mais, como se fosse natural e fácil. Finja até que atinja, sabe?

A gente se trava muito. Aquela pessoa bonitona pode estar, sim, interessada em você de verdade. Seu currículo pode ser interessante. Seus amigos gostam mesmo de você. Você tem total capacidade de estar onde quiser. Ainda acha que não? Amigo, faz a Hannah e vê no que dá.

Meu coração pra sempre a Hannah já tem.