SPOILER: Não morri

Eu estava levando tudo na brincadeira e adorando inserir nas conversas "Acredita que vou na Bravus Race? rsrsrs Ai, ai". A ficha não tinha caído. Nem quando eu entrei no crossfit e comi o pão que a Pugliesi amassou a coisa toda não me pareceu real. Só no ônibus, indo para a Bravus com meu amigo, que O CAGAÇO BATEU.

Eu! Na Bravus! EU!!!

Mas voltar pra casa que eu não ia, né? Pois bem. Para entrar na ~arena~ do Jockey Club de fato, a gente tem que atravessar um túnel escuro e ali foi tipo atravessar para o outro lado da vida. A vida real ficou do lado de fora, porque, assim que saí do túnel, ERA OUTRO MUNDO. Gente, que atmosfera. Todo mundo com as brusinha combinando, um montão de gente se alongando, rindo, passando protetor solar, todo mundo feliz. Parecia um festival, aquele gramado gigante, tendas por todo canto, gente sentada na grama, música alta tocando. Ali eu realmente senti a atmosfera e fiquei KKKKK QUE QUE EU TÔ FAZENDO AQUI? KKKKK SERÁ QUE É SONHO? Eu nem sabia para onde olhar. Foi tudo muito rápido, muito fascinante. Quando eu vi, já estava junto com o pessoal da minha bateria, esperando darem o ok para a corrida.

Antes disso, enquanto eu estava deslumbrado com a Bravus Race, ouvi um "Isso aí, Felipão! Quero ver você fazendo bonito, hein". Quando eu olhei pra ver quem tinha falado... Gente. GENTE. MEU PROFESSOR DO CROSSFIT HAHAHAHAH Isso mesmo, o cara que me vê passando vergonha com a corda, com as barras, morrendo nos abdominais etc. EU NEM SABIA QUE ELE IA. Acho que até ele ficou confuso de me ver ali. Risos.

(Uma coisa que eu preciso comentar: na minha bateria, deveria ter umas 50 pessoas ou mais. Todas eram brancas. TODAS. Quer dizer, todas exceto meu amigo, que é negro. A Bravus Race é uma coisa tão de gente rica, gente. Isso a gente já vê no preço do ingresso. Para não dizer que não havia outras pessoas negras ao redor, havia sim. No pessoal do apoio, que estava lá trabalhando. Eu me senti meio desconfortável com a coisa toda, mas não comentei nada com o meu amigo)

Até que o cara que estava lá animando a gente perguntou quem ali era da "tribo do crossfit" e eu nem abri a boca para não envergonhar meu professor. Risos. IA COMEÇAR. Mandaram a gente fazer um juramento com coisas naipe VOU REDEFINIR MEUS LIMITES, VENCEREI MEUS MEDOS, NADA PODE ME PARAR etc que eu gargalhei em cada frase, mas repeti gritando para ver se entrava na vibe.

MANDARAM A GENTE CORRER E ENCARAR A COISA TODA.

***

Gente, QUE EXPERIÊNCIA. Acho que eu tive MOMENTOS em todos os obstáculos, desde o primeiro muro de 3 metros que eu tive que pular no começo até as fogueiras que atravessei no final. E tudo foi muito legal, porque as pessoas realmente te ajudam. Eu não conseguiria sem elas e principalmente sem o amigo que foi comigo (Rogério, te amo, seu cagão). Eu fui possuído pela vibe EU SOU UMA MÁQUINA PERFEITA E SOU CAPAZ DE TUDO e, gente, muito sucesso.

Vocês tinham que ter me visto escalando os muros, arranhando a cara toda na lama, levantando troços pesados e sem perder o pique!

Minha maior vitória foi ter subido pela corda de 6 metros. Nossa, ali eu me senti O FAMIGERADO MONSTRO. A gente tinha que subir pela corda com nós e tocar um sino lá em cima. Foi meu momento de glória. DE GLÓRIA. A outra foi o tal do Monte Bravus, aquela rampa subindo que a gente tem que correr E SEGURAR NA MÃO DE DEUS e se agarrar em alguém. Voei feito um... feito alguma coisa que voa. DIRLIZEI.


Mas nem só de vitórias vive o homem, não é mesmo? Eu fui uma derrota em tudo que dependia da força dos meus braços. Em tudo que consistia em atravessar um lago se pendurando em barras horizontais, argolas e/ou cordas, tava eu lá: de cara na água Hahahahah Também caí na água na hora de atravessar o QUEBRA-NOZES, que nada mais é que uma madeira fina onde a galera tem que passar por cima se equilibrando, projetada malignamente para acertar os bagos de quem cair de perna aberta ali. Um amor os idealizadores dessa prova. DEUS É MAIS, e eu só caí para o lado mesmo.

Como eu já esperava, meu maior mico foi carregar meu amigo nas minhas costas. Ele pesa uns 40 quilos a mais que eu (quem não pesa, não é mesmo?) e, assim que ele subiu nas minhas costas, o resultado não poderia ter sido outro. EU DERRUBEI ELE NO CHÃO HAHAHAHAHAH e caí junto, claro. Todo mundo riu, minha cara ardeu. Mas fui quase até o final carregando ele depois. Um cara do apoio:

- Migo, vem andando, tá bom já
- MAS VOCÊ VIU QUE EU TENTEI
- É... Mas não tava dando pra vc não
- MAS EU TENTEI

EU TENTEI, GENTE. Fui carregado como uma pena depois. Rogério até correu comigo nos ombros. Exibido do caramba.

Outros MOMENTOS... : Minha bermuda agarrando no arame, eu comendo lama sem querer, eu gritando MAS QUE GENTE MISERÁVEEEEL assim que saí da piscina de gelo e depois eu pedindo desculpas para o cara que eu tive que pisotear na pirâmide humana.

Saldo geral: 0 hematomas, 0 fraturas, 0 mortes. Achei sucesso!

***

Uma pena é que não deu pra tirar foto de nada. O ideal é alguém ir para te assistir e bater as fotos. Teve gente que levou aquelas câmeras especiais que podem entrar na água, na lama, etc. Tirei fotinhas de antes e depois :)



Postei antes no Twitter e ficou todo mundo "Mas nooossa, você está tão limpo, será que fez tudo mesmo?". EU VOU AÍ DAR NA CARA DE VOCÊS HAHAHAH Mas, realmente, pelas fotos oficiais, eu estava esperando sair de lá irreconhecível pela lama e desgraça. Mas nem teve o monte de lama que prometeram, só um pouco no começo. Foi tanto tombo na água que fui lavado. Vez ou outra também surgia um cara enviado por satanás com uma mangueira gigante e ATIRAVA água na gente. E, claro, tem meu brilho natural, que me faz ficar lindo e atraente em todas as minhas aparições (não).

***

EU QUERO MAIS. Mas talvez só no final do ano, porque, gente, 180 reais, né. Mas vale a pena! Vá! Use protetor solar (eu esqueci e tô com a cara toda ardida)! Leve alguém com você (acho que deve ser meio chato ir sozinho)! Recomendo a todos que tenham o mínimo de molejo para encarar atividades físicas. Não é aquela coisa de "qualquer um faz", mas só um ou outro obstáculo é do naipe IMPOSSÍVEL. Com a ajuda do pessoal, fica ainda mais fácil.

Foi um dia vitorioso e acho que todo mundo merece um dia desses. Meu amigo disse que foi a melhor experiência da vida dele. Eu vou guardar forte no coração.