Acho que eu disse a coisa certa, mas dei os exemplos errados quando comentei sobre o dilema de cobrar consideração ou não dos amigos. Isso porque TODOS que se manifestaram nos comentários não entenderam a mensagem que eu quis passar e teve até amigo me perguntando FELIPE, EU TE FIZ ALGUMA COISA? POR FAVOR, ME FALA. Risos.

Todo mundo me disse que eu preciso comunicar às pessoas onde foi que elas erraram, porque senão elas jamais saberão do erro. Você estão certíssimos, e eu sou o maior entusiasta de ser vulnerável e dizer o que sente, mas não era disso que eu estava falando. Estava falando de cobrar consideração MESMO, quando você espera que alguém faça algo por você porque... sei lá, você espera, provavelmente porque também faria pelo outro.

Por exemplo, há coisas que você espera da sua mãe que você não espera de mais ninguém. O mesmo do seu cônjuge, dos seus melhores amigos, daquela sua pessoa de confiança. Não tem nenhum contrato escrito dizendo que ela TEM QUE fazer aquilo por você, mas você espera que ela faça. E, quando ela não faz, você fica "Poxa! Que falta de consideração!".

 (Talvez sim)

E essa reclamação é uma coisa que NUNCA sai de mim. Quer dizer, até sai quando eu deixo escapar, mas eu me recrimino eternamente por ter deixado isso acontecer. Aí sim entra minha lógica sensata ou biruta: Se a pessoa não fez, foi porque não achou importante fazer, e, se não é importante pra ela, bom, não sou eu que vou dizer que é, né. São coisas pequenas. A pessoa não é exatamente CULPADA, por isso que eu não cobro.

Mas aparentemente todo mundo vive se cobrando e eu, que deixo geral livre, fico parecendo o que não se importa.

(É diferente quando a pessoa pergunta como melhorar o relacionamento comigo, como pode me agradar melhor. Também é diferente num relacionamento amoroso, onde os dois supostamente estão dando o melhor de si pra coisa durar pra sempre. Aí acho ok falar)

Exemplos:

1) Sua pessoa marca um rolê com a galera toda e não te chama
2) Sua pessoa se recusa a fazer qualquer favor que você peça
3) Sua pessoa não te dá atenção quando está com outras pessoas
4) Sua pessoa só fala com você se você a procura
5) Sua pessoa continua fazendo coisas com você que você já explicou que te incomodam
6) Sua pessoa não comparece em nenhum dos eventos importantes para você
7) Sua pessoa não presta atenção quando você está desabafando com ela
8) Sua pessoa não te apoia em nada que você faz
9) Sua pessoa só lembra da sua existência quando precisa de algum favor
10) Sua pessoa não respeita nenhuma das coisas que você gosta

Se eu acho ISSO TUDO numa das minhas pessoas, gente, eu simplesmente deixo pra lá. Essa pessoa não é sua. Não sei nem se você pode chamar de amiga, sinceramente. Mas são coisas que não consigo cobrar. "Poxa, por que você não me chamou?", "Nossa, por que você nunca faz nada do que eu peço?", "Por que você nunca me escuta?". A resposta geralmente é: Porque a pessoa não quis/quer. E ela não é mesmo obrigada, sabe? Por isso, eu percebo que a pessoa está cagando pra mim e não conto mais com ela naquilo que eu vejo essa falta de consideração. Não tô dizendo que não quero mais ver a cara da pessoa. Só que, tipo, não vou desabafar com essa pessoa que não me escuta, né? Nem pedir favor pra essa que nunca faz, nem contar com o apoio dessa que nunca me apoia e nem chamar essa que nunca vai nos eventos se as vagas forem limitadas. Eu tô errado?

AÍ VOCÊ NÃO SE IMPORTA, FELIPE.

Parece que eu tô. Talvez a pessoa que não escuta meus desabafos vai passar a prestar mais atenção se eu cobrar essa atenção... Mas, caramba, gente, tem coisa que não precisa dizer, né?

Vai ver cada caso é um caso. Vai ver eu estou pensando demais (sempre).