Eu deveria criar uma tag Igreja para este humilde blog, porque, meu deus, todo dia surge um causo épico. Eu deveria criar um blog só disso, na verdade.

Minha prima saiu um dia desses com uns amigos da igreja, foram numa pizzaria. Daí rolou aquele momento de "Fulana, vamos no banheiro comigo?" e, claro, não fugiram do padrão do século XXI e foram usar o banheiro para o que ele realmente serve: tirar uma selfie. Ou meia dúzia delas.

A amiga chorou quando viu a foto, os demais amigos ficaram assustados, eu ri. Gente, sério. Se eu visse a selfie na internet, juraria que era uma daquelas montagens óbvias de tão perfeito que o trem estava.

Booo!

Convenhamos, não é tipo aqueles vultos e borrões que galera jura que é fantasma, demônio ou o espírito do Mc Daleste. É bem nítido que tem um rosto ali. E, né, hilário, o intruso ainda parece estar rindo. Quando ela me mostrou a foto, eu: "GENTE??? Deve ser um cartaz oO". Mas falei só para não cair no senso comum do espírito maligno fotogênico, porque que cartaz horroroso seria esse no banheiro da pizzaria? Filme de terror? Evento para emos?

Só sei que a selfie rodou a igreja toda. TODA. T-O-D-A. Do cara que fica na porta até o pastor. Teve gente passando mal de medo (juro), nego dizendo que o diabo estava seguindo uma delas, nego falando que era uma pessoa cagando. Toda uma corrente de oração ativada e tal. Confesso que fiquei com um pouco de medo também, porque, né.

Daí que eu pedi a foto para minha prima, queria ver de perto, queria jogar no Google e ver se achava alguma coisa. Ou só queria ter para meter medo nos outros e tal. Vi que elas tinham tirado várias selfies parecidas e, opa, volta aquela ali.

Não tô creno no que tô veno

Olha, francamente. Um monte de gente orando para exorcizar um cartaz. Eu estava quase mandando para a Band, daria um programa sensacionalista e maravilhoso de 3 horas. Não sei se rio ou se choro. O diabo tá rindo, com certeza.

PS: Tô dando casa, comida e roupa lavada pra quem descobrir que cartaz tenso é esse.