1) Gente que cobra consideração: Acredito piamente que existe mesmo essa força cósmica que ulula entre as pessoas chamada consideração. É aquela coisa que ninguém escreveu sobre, não é determinada por lei, não veio dos versos das músicas pop, mas todo mundo sabe que está ali. Sendo que, ao mesmo tempo, ninguém é obrigado a ter consideração (Sério, pensa direito aí). E acho cobrar consideração uma das coisas mais embaraçosas.

- VOCÊ NEM LIGOU PRA MIM PRA SABER COMO EU ESTAVA DESDE A ÚLTIMA VEZ QUE NOS VIMOS.
- Eu te vi de manhã. Ainda é meio-dia.
- MAS VOCÊ É MEU MELHOR AMIGO.
- ...

Assim, se você acha que a pessoa deveria ter consideração e não tem, você simplesmente desapega dela. Vamos buscar consideração em outro fulano. 
 
***

2) Sapatos que machucam o pé: Um tópico polêmico. Apenas discuto toda vez que vejo uma amiga usar um sapato dementador, mas que "awn é tão bonito". Longe de mim querer determinar suas prioridades, mas mais longe ainda compactuar com procedimentos de tortura capitalista. Se está machucando seu pé, jogue fora. Existe um leque de possibilidades confortáveis entre o salto agulha e as botinhas ortopédicas.

(Nada contra saltos, até tenho amigos que são, mas eles parecem ser os principais causadores de dor nos pés)
 
***
 
3) Meias molhadas: É meio triste, né? Deveriam existir mais dramatizações cinematográficas sobre essa situação, todo drama de hollywood poderia começar assim, com o protagonista sentindo as meias molhadas e sem a possibilidade de trocá-las num futuro próximo. Já causaria um impacto de partir o coração no público. Obviamente, hoje é um dia de chuva e estou tentando passar meus sentimentos por esse texto, embora eu sinta que possa me faltar o glamour dos mocinhos do cinema.