Bom senso é meu nome do meio (mentira, é Santos), então dividi o diário em 3 partes que fizessem sentido. Esse post ficaria enorme se eu juntasse tudo, o último tem algumas fotos e tal. A história do avião eu já contei, segue a segunda parte com [comentários elucidativos]

19) Foz é ridiculamente quente. Do naipe da minha casa nos piores dias, mas, ó, a cidade é bonitinha.

[Eu achava que não existia nada mais quente que o Rio de Janeiro. Mas o clima da cidade sopra um bafo quente na nossa cara o tempo todo! Assim que se sai do aeroporto, a gente pensa: MEU DEUS, O QUE HOUVE AQUI? ESSE CALOR É RADIAÇÃO? TEVE GUERRA?]

20) O ar-condicionado do hotel é de enfeite. Deve ser de isopor, só isso explica. Estou há algumas horas com ele em 16º e NADA. O nome do hotel é SOLAR TROPICAL por um motivo, né?

[Descobri, depois, com a inteligência das minhas companheiras (Rute e Cíntia), que eu não sabia mexer no ar Hahahahah Nunca disse que sabia, de qualquer forma. Na minha casa, não tem]

21) O banheiro é incompatível comigo. Tipo, quem está do lado de fora consegue ouvir TUDO o que acontece dentro. TUDO. Não consigo cagar com plateia, apenas [Pediria pra sair na 1º semana do BBB pra usar o vaso de casa]. A situação: Eu PRECISEI usar. E a vergonha? Tive que expulsar as pessoas do quarto (aka Cíntia).

"Talvez, eu demore um pouco aqui... Não precisa me esperar".

[Traduzindo: Em nome de Jesus, SAI DAQUI!!!]

Apenas constrangedor. E foi um cagão, hein. Nem acreditei, não registraria como filho. Não tem um desses "bom ar" da vida, não tem uma escovinha... Lixo do hotel, antes zerado, só com meu papel para todo mundo saber que era meu. O vaso ainda ficou meio sujo e, no desespero, eu meio que... VAMOS PULAR ESSA PARTE.

[1 minuto de silêncio pela minha dignidade........................................................................................]

[A Cíntia fez um relato mais digno do nosso banheiro]

22) O hotel fica numa avenida com cara de centro comercial, mas, ainda assim, as lojas fecham às 18h. DEZOITO. Cada um tem seus defeitos, mas, Foz, vamos se ligar nas grandes cidades? Vamos se esforçar pra trabalhar até às 21h e vender mais?

23) Encontrei uma sorveteria que NUNCA ABRE. Obviamente, tudo o que mais quero na vida é um sorvete. Descobri a bendita depois das 18h, né. Daí fui na fome atrás do meu sorvete de manhã e, risos, só abre ao meio-dia. ONDE ESTOU?

[Vejam se essa cidade não é meio louca: O Subway daqui abre ao meio-dia e fecha às 6h. Fuso horário mandou beijos. Mas nem estou reclamando, Subway foi a janta nossa de cada dia]

24) Nunca tinha me hospedado num hotel, mais um item riscado da minha check-list da vida. Minha vida podia ser esse hotel, mas sem o homem de cueca no corredor (Se fosse eu, nego ia reclamar). Com ar-condicionado 24h por dia, Rute e Cíntia conversando até tarde (<3), uma TV pra ver BBB (Cíntia amou, embora jure de pé junto que não) e uma camareira fantasma que arruma tudo quando a gente não vê...

~ CONTINUA ~

PS: Juro solenemente que tem Macuco no próximo texto!