"Meu Nokia quebrou"
- Ninguém

Curso de inglês, além de ser o lugar onde aprendo uma nova língua, é meu encontro marcado com um choque de realidade, todo sábado. Principalmente, pelo contato inevitável com adolescentes. Ó, nem estou criticando. Até tenho amigos adolescentes. Risos.

Daí que o contexto da aula era coisas antigas, o que mudou desde muito tempo atrás até os dias de hoje. As pessoas mandavam cartas, usavam videocassete, celular era luxo e etc.

- E vocês lembram do primeiro celular de vocês? Hahahahah Aquele negócio grande, esquisito e que a gente achava o máximo Hahahahhah

*toda turma cai na gargalhada*

- Claro que eu lembro do meu primeiro celular. Uso todo dia.

*todos chocados*

Chocado fiquei eu com uma menina que com 17 anos deve ter trocado de celular mais de 17 vezes. Mas é verdade. Ainda tenho meu primeiro celular. Já deve ter uns cinco ou seis anos e isso parece me garantir uma medalha de Honra ao Mérito. Ou de weird person.

***

Sempre digo: Só vou trocar quando quebrar. Porque uma coisa que me dá agonia são esses celulares modernos, com suas telas touchscreen (que são versões para pessoas do papel pega mosca), as câmeras que transformam todos em paparazzi de si mesmos e a conexão com a internet 24h que não deixa ninguém descansar. Uma estrela morre no céu toda vez que alguém compra um novo celular.



O que eu acho engraçado nessa história toda é que, sejamos francos, os celulares modernos não prestam. A pessoa parece realizar um sonho quando compra um, mas dias depois já está reclamando que trava muito, que está lento, que não faz o que o modelo XYZ faz e etc etc. É uma insatisfação constante. Confesse, você conhece pelo menos uma pessoa cujo celular quebrou a tela. 75% de chances dessa pessoa ser você mesmo.

Por esses motivos completamente plausíveis, não me interesso pelos aparelhos modernosos. Deixo a agonia pra vocês. O meu tem altas funcionalidades: liga, manda/recebe mensagem e tem despertador. Enquanto o Candy Crush está aí travando os aparelhos de vocês, tô aqui me divertindo horrores com o jogo da cobrinha.

***

Gente, até a Nokia faz piada Hahahahahah